Overdose de Ideias

...Overdose de Idéias...

20 de abril de 2012

Você não vale...

0

... um verso, uma rima incompleta, uma letra para a melodia que se repete no silêncio. Não vale. Você não vale a madrugada desperdiçada, o amanhecer no sofá, a febre, o vômito, o grito, uma fotografia rasgada, um caderno queimado, os cabides quebrados. Não vale. Você não vale o corte riscando os pulsos, um punhado de remédios, os Cds tristes, um solo de violão, a mão por horas sobre o telefone, a espera, um carro no poste, um soco na parede, o vaso jogado no chão, você não vale. Não vale um espelho trincado, o copo atirado, o lamento atravessando a cidade, o palavrão. Você não vale o tempo esquecido, a teimosia da busca. Mas eu lhe procuro. Ainda. Eu escrevo versos, faço poemas. Eu amanheço na febre, acelero contra a parede, ouço discos arranhados, engulo comprimidos em punhados. Você não sabe, não imagina. Mas eu não aprendi. Eu ainda faço tudo por alguém que não vale nada.

30761_410110282387386_210420340_n_large

In_second_amploa_by_martasyrko-d4q9wxv_large

0 comentários:

Postar um comentário

- Não aceitamos comentários ofensivos.
- Deixe seu link para podermos retribuir a visita.

Obrigada !